Os Ibejis nasceram de Oyá, mas são criados por Oxum

Conta a lenda que os Ibejis (gêmeos) nasceram de Oyá, mas são criados por Orixá Oxum. A história começa quando Oyá andava pelo mundo disfarçada de novilha.

Um dia Oxóssi a viu sem a pele e se apaixonou. Casou-se com Oyá e escondeu a pele da novilha para ela não fugir dele.

Orixá Oiá/Iansã teve dezesseis filhos de Oxóssi. Oxum, que era a primeira esposa de Oxóssi e que não tinha filhos, foi quem criou todos os filhos de Yansã.

O primeiro a nascer chamou-se Togum. Depois nasceram os gêmeos, os Ibejis,  e depois deles, Idoú. Nasceu depois a menina Alabá, seguida do menino Odobé. E depois os demais filhos de Oyá e Oxóssi.

Os meninos pareciam-se com o pai, as meninas, com a mãe. Oiá tinha os filhos que Oxum criava e assim viviam na casa de Oxóssi. Um dia as duas mães se desentenderam. Oxum mostrou a Oyá onde estava sua pele. Oiá recuperou a pele de novilha, reassumiu sua forma animal e fugiu.

Os Ibeji (Vunji/Jimaguas) são orixás com grande importância na cultura yoruba, aqui no Brasil (Candomblé) não temos um devido culto a este Orixás que tem uma grande força espiritual que é contado em várias lendas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *